sábado, 12 de março de 2011

3 Discos de Fleetwood Mac




FLEETWOOD MAC - 1975

Quase dez anos de banda e musicalmente, dez anos a frente. É o primeiro com Stevie Nicks no vocal e Lindsey Buckingham na guitarra. Neste disco, a banda prepara o terreno para a dominação mundial. Abre com "Monday Morning", depois "Warm Ways", "Blue Letter" - tudo o que se pensou em pop-rock anos 80 - e "Rihannon" - o refrão "will you ever win?" fica na cabeça por alguns dias, podes crer - vem seguida de "Over My Head" - puro pop de rádio FM bem feito, daquelas que salvam o dia. Estas são apenas as seis primeiras músicas do disco. E quando parecia difícil pensar em algum trabalho da mesma banda com tantos hits na sequência, os caras lançam outra obra-prima: Rumours.



RUMOURS (1977)

Tudo aquilo que se ouviu no disco anterior, aqui é levado às últimas consequências. Fora os problemas internos (brigas, overdose, separações, etc.) e a demora nas gravações, quando se ouve esse disco, parece que escrever belas canções era o que unia aquelas pessoas. É o disco de "Dreams", "Go Your Own Way" (fica a dica de um mash-up com "Si Manda" do Jorge Ben), "You Make Loving Fun", "The Chain". A impressão é que a direção da banda ficou nas mãos das mulheres. Stevie Nicks e Chris McVie gradualmente domaram a tormenta e criaram um lugar no mundo, como todo bom artista de rock, onde é possível que outras pessoas também façam parte e fiquem à vontade. Rumours é um disco ao mesmo tempo doce e superficial, mas com um aperto no coração. E quando todos os sinais indicavam que o mundo ia acabar, vem o Tusk.


TUSK (1979)

Quase um "exemplo de superação" da banda entre tantos altos e baixos, construção e reconstrução, abre com uma linda balada: "Over & Over". Considerado o disco mais caro da indústria na época, Tusk parece uma elegia aos velhos tempos. Com o punk rock devastando a cena, ainda era possível fazer canções de amor naquele formato? As duas coisas sempre conviveram juntas, pelo menos é assim que vejo. Vamos aos hits: "Sara", "Think About Me", "Storms" e o que parecia piada interna depois de tantas brigas: "I Know I'm Not Wrong", "What Makes You Think You're The One?", "That's Enough For Me", "Thats All For Everyone". Discaço.


Fleetwood Mac é uma banda de fôlego impressionante, olhando pro que veio antes desses três discos, principalmente o "Mr. Wonderful" (1968) e o "Then Play On" (1969) e o que veio depois, um único hit: "Gipsy", é só música boa. E o que é melhor, tudo cabe num Ipod.


Um comentário:

Isaac Venator disse...

Olá!
Estou te seguindo, me segue também?

http://oforasteirosagaz.blogspot.com.br/

Abraço!