quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

PERSÉPOLIS – DO LADO DE DENTRO



Questão:
É melhor gozar de liberdade em uma terra que não é sua ou resistir a um sistema opressivo mas no seu próprio país? Cartas para Marjane Satrapi.

Persépolis é a autobiografia desta escritora e desenhista iraniana nascida e criada durante a revolução que transformou o Irã em um país de regime xiita. Dureza contada com traços leves. Procure nas bancas, livrarias ou na Macedônia mais próxima.

Falando em Macedônia, me pergunto se um bom slogan para este tipo de estabelecimento comercial seria: Quem pode pode quem não pode se sacode. Vamos a ver. Mais será revelado.

Se o slogan não serviu para Macedônia, serve para Persépolis. Afinal, viver num lugar onde fumo, álcool, drogas, música e pornografia são proibidos e punidos com prisão e morte para falar o mínimo, deve ser da pesada.

Para nosso júbilo, a transa da moça foi reparar no humor e no amor que a vida oferece mesmo em seus momentos mais loucos. Aquele papo de amadurecimento, vocês sabem.

A volta por cima ao som de “Eye of the tiger” do Survivor é muito legal. Maneiríssimo.

O filme concorreu ao Oscar de melhor animação em 2008. Mas a academia se animou mais com Ratatouille. Que também é ótimo. Porém, Marjane existe. Na real.

Link rápido para um trecho do poema “A cidade” de Konstantin Kaváfis:

“Não encontrarás novas terras, nem outros mares.
A cidade irá contigo. Andarás sem rumo
Pelas mesmas ruas. Vais envelhecer no mesmo bairro,
Teu cabelo vai embranquecer nas mesmas casas.
Sempre chegarás a esta cidade. Não esperes ir a outro lugar,
Não há barco nem caminho para ti.
Como dissipaste tua vida aqui
Neste pequeno lugar, arruinaste-a na Terra inteira.”

Link mais rápido ainda: Manaus e os “Órfãos do Eldorado” de Milton Hatoum. É fogo.

3 comentários:

Maira disse...

Eu li um pedaço desse Persépolis semana passada na Cucaracha, achei genial, mas saía mais barato o Gen, um japa, comprei ele. Não sabia q tinha a animação! Style!
Qd eu comprei o 1o livro q eu li do Milton Hatoum meu lado manauara gritou, me amarrei mto. Mas só comprei mais um outro, não esse "Órfãos do Eldorado", vou precisar comprar tb, né?... A pseudo-manauara. Será q isso é um desvio mto sério? :p
Cadê Carol? Manda ela me ligar! Bjs!!

Fred Coelho disse...

Persépolis rules!!! O filme deixa um pouco a desejar em relação ao quadrinho, claro, mas tb é muito bom.

Abráx!

Mari disse...

Num vi.
Vou ver nas próximas férias....
Ou o seu!!
empresta aê!!