quinta-feira, 19 de março de 2009

MASH UP: JOÃO BOSCO X THE CLASH

Inter-relacionar brevemente trechos das músicas “Agnus Dei” (1972) de João Bosco e Aldir Blanc e “Rock The Casbah” (1982), da banda inglesa The Clash:


Este compacto, editado pelo Pasquim, contém a primeira gravação de "Águas de Março" de Tom Jobim e a estréia de João Bosco com "Agnus Sei" que depois mudaria para "Agnus Dei"

Cordeiro de Deus, ou Agnus Dei, é uma expressão em latim usada para se referir a Jesus Cristo. O sacrifício de animais e até mesmo de pessoas sempre fez parte de rituais religiosos em várias partes do mundo. Para a religião católica, a morte de Jesus Cristo seria o sacrifício master, além da maior prova do amor de Deus para com a humanidade.

No século XV, o Tribunal do Santo Ofício foi criado para garantir a unificação dos reinos de Aragão e Castela ou “Espanha”, como chamamos hoje. O plano era converter, com todos os meios necessários, o máximo de mouros e judeus que naquele momento eram parte do novo reino.

“Faces sob o sol, os olhos na cruz
os heróis do bem prosseguem na brisa da manhã
vão levar ao reino dos minaretes
a paz na ponta dos arietes,
a conversão para os infiéis”

“The king called up his jet fighters
He said you better earn your pay
Drop your bombs between the minarets
Down the casbah way”



“Casbah” quer dizer “Cidadela” ou fortaleza que domina e protege a cidade. Reza a lenda que o hit eterno “Rock the Casbah” foi inspirado na decisão do líder Ayatollah Khomeini de banir o rock and roll do Irã.

“Para trás ficou a marca da cruz
na fumaça negra vinda na brisa da manhã
Ah! Como é difícil tornar-se herói
Só quem tentou sabe como dói
vencer Satã só com orações”

Em 1972, o Brasil vivia uma ditadura militar onde foram presos, torturados e assassinados estudantes, operários, políticos, jornalistas, religiosos e militares que lutaram contra o regime.

“By order of the prophet
We ban that boogie sound
Degenerate the faithful
With that crazy casbah sound”

A letra de “Rock the Casbah” conta a história de uma revolta popular contra a proibição de ouvir música. O rei manda bombardear geral mas os pilotos ignoram as ordens e passam a sintonizar e ouvir rock no rádio de seus caças. Uma fábula, obviamente. Mas, como diria William Burroughs, é possível começar um grande tumulto com apenas dois toca-fitas.

“The jet pilots tuned to
The cockpit radio blare
As soon as the shareef was
Outta their hair
The jet pilots wailed:
The shareef dont like it
Rock´n the casbah
Rock the casbah”

Em 1982, o Irã entrou em guerra contra o Iraque, a Inglaterra entrou em guerra contra a Argentina e o Brasil entrou em guerra contra Paolo Rossi. Mesmo assim, nunca deixei de acreditar na existência de uma força na música que seria capaz de mudar o mundo.

“Meu profano amor eu prefiro assim:
a nudez sem véus diante da santa inquisição.
Ah, o tribunal não recordará
dos fugitivos de Shangri-lá
O tempo vence toda ilusão.”

2 comentários:

Fred Coelho disse...

Porra! Inaugurou um novo estilo de pensar música!!

Abraços!

Espaço Donas Marcianas disse...

fantástico!!!!!